sexta-feira, 6 de junho de 2008

FRASES QUE MARCARAM E MARCAM

HOJE É DIA DE FESTA E POR ISSO VOU MANDAR VÁRIAS FRASES QUE MARCARAM O TODO PODEROSO EM SEUS QUASE 98 ANOS DE VIDA... VAMO QUE VAMO...




"Joguei um ano e dez meses no Corinthians e foi a fase mais bonita que já vivi em minha carreira. Foi o melhor momento de minha vida. Antes de acertar com o Flamengo cheguei a pensar sim que o Corinthians ia me buscar novamente. Isso não aconteceu e me frustrou um pouco" (Gamarra, ao ser contratado pelo Flamengo)


"Isso aqui já se tornou minha segunda pele. Mesmo que eu queira, nunca vai sair de mim." (Marcelinho, após o título da Copa do Brasil de 1995, referindo-se à camisa do Timão)


"Saio do Corinthians para dirigir o meu país. Não trocaria esse time por nenhum outro do mundo, e olha que tive propostas" (Carlos Alberto Parreira, em entrevista coletiva quando comunicou seu desligamento do Timão pra dirigir a Seleção Brasileira)


"Nunca comemorarei um gol contra o Corinthians, não importa em que clube estiver. Lá ganhei tudo o que uma pessoa poderia sonhar, e, mais que isso, a torcida me ganhou pra toda a vida. Era flamenguista desde criança, e hoje posso dizer que sou corinthiano." (Oswaldo de Oliveira, depois de Fluminense X Corinthians pelo Brasileiro de 2001, ao ser questionado pelos repórteres porque não havia comemorado os 2 gols do Fluminense naquela partida)


O Corinthians não é só um time e uma torcida. É um estado de espírito." (Sócrates, ao se sagrar Campeão Paulista em 1982)


"Meu Deus, amo mais isso aqui que qualquer outra coisa no mundo." (Neto, após marcar um gol de bicicleta contra o Guarani no Campeonato Paulista e ser expulso por tirar a camisa e comemorar com a Fiel)


“Sofri demais naquele jogo. Não queria enfrentar o Corinthians, mas tive de jogar. E foi 3 a 2 para eles, quer dizer, para nós, sei lá, só sei que o Juventus ganhou e que não gostei nem um pouco.” (Luizinho, ibidem, sobre a época em que jogou pelo Juventus)


“É diferente, sim. Nem a do Flamengo é igual. Todos sabem o que essa torcida representa. Parece que Deus deu uma paradinha lá no Parque e transformou o time e a torcida no que eles são.” (Sócrates, sobre a torcida corinthiana)


“Era muito feliz no Corinthians. Até hoje eu vivo o clube. E, pode escrever aí: ainda vou ser treinador do Corinthians” (Neto)


“As diferenças básicas entre as duas torcidas são culturais. O carioca é o cara que tem um contingente de conhecidos e quase nenhum amigo. Em São Paulo é diferente. O torcedor paulista vê o ídolo como se nunca mais fosse ver de novo. Quer explorar ao máximo aquele momento. Eu me sentia muito mais pressionado no Corinthians.” (Sócrates, explicando as diferenças entre as torcidas do Flamengo e Corinthians)


"Faço questão de deixar claro que não é por causa do dinheiro. Nada paga o prazer de defender o Corinthians. Mas tenho de ser profissional, acabei de assinar um contrato de quatro anos e vou ficar no Olympiakos até 2004." (Zé Elias, explicando porque não poderia ainda retornar ao Corinthians)


“Nunca tive nada contra o Corinthians. Apenas precisava calar logo aquela massa incrível. Se não calasse, a torcida ganharia o jogo.” (Pelé, em entrevista a Juca Kfouri)


“Minha maior frustração na vida foi nunca ter jogado pelo Corinthians.” (Dario, o Dadá Maravilha, em entrevista à revista Placar)


“Se dependesse de mim, nunca sairia daqui. Aqui realizei o maior sonho da minha vida, que era jogar pelo Corinthians. E pode ter certeza de que encerrarei aqui minha carreira.” (Zé Elias, ao ser vendido para a Inter de Milão, em entrevista à rádio Jovem Pan)


“Não vou negar, deu vontade de estar do outro lado.” (Casagrande, entre lágrimas,jogando pelo Flamengo contra o Corinthians no Pacaembu pelo Brasileiro de 1993, após ouvir o coro da Fiel “Volta Casão, você é do Timão”, e “Casão, eu não me engano, seu coração é corinthiano”. Por ironia do destino, ele marcou um gol contra nesse jogo)


“A grande força do Corinthians é a emoção que a torcida passa para o time, algo numa dimensão que nenhuma outra passa.” (Sócrates, ibidem)


“O Corinthians é mais importante que a seleção.” (Wladimir, jogador que mais atuou pelo Timão)


“Eu tive a sorte de ter pais corinthianos. Minha vida foi de entrega total ao Corinthians, de um relacionamento estreito com a torcida e com meus companheiros. Respirávamos Corinthians. E mesmo depois que parei de jogar a relação não mudou. Em 77, por exemplo, quando ganhamos o título depois de 22 anos, eu estava no Morumbi, na arquibancada, como um torcedor comum. Que alegria! Fico arrepiado só de lembrar, só de contar.” (Luizinho, o Pequeno Polegar, em entrevista a Juca Kfouri no livro Corinthians Paixão e Glória)


“Adoro o Corinthians. Tudo o que tenho o Corinthians me deu e me dá até hoje. Acho que posso dizer que o Corinthians e eu estamos empatados. O clube me deu tudo e eu dei minha vida pelo clube. O Corinthians me deu isso que está aqui dentro, essa tranqüilidade, esse bem-estar.” (Luizinho, ibidem).


“O Corinthians é mesmo o símbolo do povo que não chega lá. Do povo que sofre todas as decepções, desde as mais legítimas, como também as de seus sonhos. Que é humilde. Povo que se abate, mas que, ao mesmo tempo, Sabe que precisa recomeçar. E recomeça mesmo! Está presente em todas as lutas. Recomeça. Tenho certeza de que a vitória do Corinthians deve levar a vitórias essenciais na vida. E vai levar a tanto. Acreditamos, sempre de novo, nesta era que está para chegar em favor do povo, com a participação do povo e criada pelo mesmo povo.” (Dom Paulo Evaristo Arns, em sua Pastoral ao Povo Corinthiano, depois do título de 1977)


“Todos os times têm uma torcida. O Corinthians é uma torcida que tem um time.” (José Roberto de Aquino, jornalista)


“Nenhum time hoje no mundo resiste a um play-off de 5 partidas contra o Corinthians.” (Juca Kfouri, em sua coluna no Lancenet, após o Campeonato Mundial Interclubes de 2000)


“O grande problema de São Paulo é não se chamar Corinthians.” (Juca Kfouri, no livro Corinthians Paixão e Glória)


“O Corinthians não teve começo, ele brotou; não teve meio, tem um presente que é uma lição; e, tão certo como a eternidade, jamais chegará ao fim.” (Juca Kfouri, ibidem)


“Ser campeão não é fundamental. Fundamental é ser corinthiano.” (Juca Kfouri, ibidem)


“Nada é fácil para o Corinthians.” (Juca Kfouri, ibidem)


"Ser corinthiano é decidir que todo ano a gente vai sofrer." (Gilberto Gil, em sua música em homenagem ao Corinthians)


"Tive uma demonstração de carinho incrível no Grêmio, mas o que acontece aqui é algo especial. Essa receptividade é emocionante" Técnico Tite, após torcida gritar seu nome no Pacaembú no jogo Corinthians 5 x 2 Figueirense.


"Eu nunca vi nada igual à essa torcida. Ela arrepia qualquer um, mano"
CARLOS ALBERTO PARREIRA, em 2002, após a conquista do Rio-São Paulo, no Morumbi, contra os bambis.


"Eles perderam a Copa do Brasil, perderam o Rio-São Paulo e vão perder esse Paulistão de novo" (VAMPETA, em 2003, minutos antes da partida final do Paulistão contra os bambis. O jogo acabou 3 X 2 pra nós e fomos campeões de novo em cima da freguesia...)


"Se eles querem que eu fique, eu fico!"
GAMARRA, em 98, logo após erguer a taça de campeão brasileiro e ouvir o coro de 80 mil corinthianos no Morumbi gritando "Fica Gamarra, fica Gamarra"


"Eu fui infeliz na minha cobrança, mas o Edmundo deu uma forcinha. Valeu, Ed!"
MARCELINHO CARIOCA, após a conquista do Mundial de Clubes da FIFA, em 2000, decidido nos pênaltis.


"Uma das narrações mais emocionantes que eu já fiz no nordeste...Como é Linda essa Torcida do Corinthians"(Luciano do Vale)


156.000 Corintianos cravam o imbatível recorde de público no Morumbi em 1977
80.000 Corintianos invadem o Maracanã, no maior deslocamento de uma torcida na história de qualquer esporte, desde que o mundo existe


Osvaldo de Oliveira, chorando e apontando para o 25.000 Corintianos no Maracanã, na final do Mundial, em um abraço imaginário, dizendo "onde vcs estiverem, estarão dentro de mim"


Dinei, visitando o terrão onde começou no Corinthians, para se despedir, após a entrevista, sem saber que o microfone estava ligado: "Meu Deus, isto aqui é a minha vida...vou sentir tanta falta"




CORINTHIANS, CORINTHIANS MINHA VIDA, CORINTHIANS MINHA HISTÓRIA, CORINTHIANS MEU AMOR



CARPE DIEN

2 comentários:

higor disse...

corinthians minha vida corinthians minha estoria conthians meu amor...
corinthians só basta essisti pramim sabe o valor da vida e o amor que eu tenho pela essa nação corinthiana ...
corinthinas ainda um dia eu vo assisti um jogo seu ...
ass: higor vinicios

Gabriel disse...

Em uma unica palavra: Emocionante.

O ápice desta mesma emoção ficou por conta do Dinei ao fim:

"Meu Deus, isto aqui é a minha vida...vou sentir tanta falta"

É inevitavel o cair da lágrimas...

E saber que alguns dentro do clube nos dias de hoje são tão mercenários...:::...

Parabens pelo blog e sobretudo por está coletanea....

É NÓIZ !